15 de abr de 2010

Nas Mãos do Oleiro

O processo na Casa do Oleiro é longo, mas não é pra sempre.


1º Água

O barro é colocado na água.

É o processo onde a massa perde a forma. Sentimo-nos fragilizados.



2º Rolo



O barro é colocado sobre a mesa e é passado o rolo pra que fique esticado e identificar as pedras para retirá-las.

É o processo onde perdemos algumas coisas que consideramos importantes.



3º faca


O Oleiro passa a faca de madeira por toda a massa na horizontal e depois na vertical pra ver se encontra alguma pedrinha e depois vira o barro e passa a faca novamente.

É o processo onde são retiradas as feridas do passado que consideramos insignificantes. É retirado o excesso.



4º Roda





O barro é colocado sobre a roda e o Oleiro começa a dar forma a ela até se tornar num vaso. O Oleiro força por dentro pra criar o buraco e dar forma no lado de fora.

Começamos a ter a forma que o Oleiro deseja com suas digitais, mas ainda não somos vaso.



5º Forno


O vaso é colocado no forno para ser edificado, pra que a forma que o Oleiro a Fez permaneça. Depois de haver passado por todo o processo o vaso está pronto para ser utilizado.

A glória do vaso é servir para o fim que foi feito.



Porém caso tenha ficado alguma pedrinha o vaso explode dentro do forno e se torna um risco para os outros vasos.
Caso isso aconteça o Oleiro pega os cacos e o faz passar por todo o processo novamente.

O Oleiro não desiste nunca! Aleluia!




Por APC Leandro {Líder Grupo Missionário de Adolescentes APC}

Nenhum comentário:

Postar um comentário